Criação de diretório de saída no Oracle
É necessário definirmos uma saída para que Oracle saiba onde jogar o arquivo de dump. Criamos essa saída com o comando abaixo no sqlplus.
sqlplus> create directory data_pump_dir as ‘/u01/ora_backup/datapump’;
Podemos listar os diretórios já existentes no Oracle com o seguinte comando:
sqlplus> select * from dba_directories;
Comando para realizarmos o export via datapump
Assim que criado o diretorio de saida podemos realizar o backup com o seguinte comando:

expdp system/****** schemas=andy dumpfile=andy.dp directory=data_pump_dir logfile=andy.log

Sendo:
· expdp = comando de export do datapump
· system/****** = usuário e denha com privilégios na tabela ou onde tenha que ser feito o backup.
· dumpfile=andy.dp = Nome de saida do backup
· directory = nome do diretório setado acima.
· logfile = nome do arquivo de log contendo o relatorio do mesmo.

Comando para realizarmos o Import via datapump
Agora devemos realizar a importação através de um dump gerado, mais devemos levar em consideração se a base já existe, se ela contem dados entre outros detalhes. Assim como o export devemos ter um diretorio setado para o import tbm, portanto se se tratar de uma outra maquina sete-o.
O comando para realizar um import:

impdp system/****** schemas=andy dumpfile=andy.dp directory=my_dir logfile=andy.log

Para a versão Oracle 11g Release 2 as tabelas que não possuem registros não é importada. Com o comando TRANSFORM é possivel importar tas tabelas mesmo não tendo registros nas tabelas.

TRANSFORM=SEGMENT_ATTRIBUTES:n
impdp system/*******@teste directory=data_pump_dir dumpfile=base.dmp TRANSFORM=SEGMENT_ATTRIBUTES:n logfile=log.txt

Sendo:
· impdp = comando de import do datapump
· system/****** = usuário e denha com privilégios na tabela ou onde tenha que ser feito o restore.
· dumpfile=andy.dp = Nome de origem do backup
· directory = diretorio apontado no oracle de onde vem o dump. (note que é diferente do de cima)
· logfile = nome do arquivo de log contendo o relatorio do mesmo.
Outros Parametros:

Quando se realiza o restore dos dados do dump, pode ser que existam dados na tabela e coisas do gênero, para evitar que seja criados, índices e itens duplicados usamos o seguinte parâmetro:
· TABLE_EXISTS_ACTION=??
Que pode ser:
· APPEND
· REPLACE
· TRUNCATE..